Simulador F-Truck em Desenvolvimento


A desenvolvedora brasileira de Games Reiza Studios e a KING TRUCK, promotora da Fórmula Truck, tem o prazer de anúnciar o desenvolvimento de um novo Game – “FÓRMULA TRUCK” para Windows – PC, o simulador oficial da popular categoria nacional.

“FÓRMULA TRUCK” incluirá os caminhões que competem na temporada de 2012 e todas os 10 autódromos do calendário. O Game está sendo desenvolvido dentro da filosofia Reiza, dedicada a mais precisa simulação, buscando recriar com o máximo de realismo a experiência de correr à bordo dos super-caminhões de 5 toneladas, turbinados com 1200 HP que competem na categoria.

“FÓRMULA TRUCK” está nos estágios finais de desenvolvimento, e a data de lançamento será anunciada em breve. Um trailer com as primeiras imagens do Game pode ser assistido abaixo.

Maiores informações sobre a Reiza e sobre seu novo projeto a medida forem disponibilizadas em http://www.reizastudios.com.

Site do jogo: http://www.gameformulatruck.com

Para mais informações sobre a Fórmula Truck, visite http://www.formulatruck.com.br .

Fonte: Reiza Studios

Race Injection – PROMOÇÃO

Dae Galera!

Como todo final de ano, o site “Nuuvem” (http://www.nuuvem.com.br/) vem com algumas promoções especiais, dando uma olhada nele esta o “Race Injection” para o RACE07 em promoção.

Então, quem não tem o pacote, não percam tempo para adquirir, pois esta com um super preço de R$ 9,90. Tá tudo bem, vai querer comprar pelo STEAM, então pague R$ 10,79 em promoção também, ou seja, a galera que não tem, não tem desculpa para não comprar. Assim podemos fazer um campeonato com BMW GT2, ou com clássicos das antigas como Corvette da década de 70, quem sabe andar com os Pagani Zonda R ou ainda ter a atualização para o STCC 2…. ou seja, este é o melhor pacote a se comprar de ADD do RACE07.

Abraços e até mais.

Ney Dilay

Watkins Glen NASCAR – BMW Z4 – pCARS

Dae galera!!!!

Estava dando umas voltas de pCARS e não tinha me ligado que o game tinha a pista de Watkins Glen, não perdi tempo e fui dar uma volta… Apesar de ter o traçado decorado pelas corridas do RACE07, é alto totalmente diferente do RACE07, lógico, são anos de diferença…

Mas a diversão é ótima, segue um vídeo da brincadeira, são 3 voltas iniciando a corrida as 16h com o tempo acelerado em 60X, sendo assim, quase que o por do sol ocorrer na 3ª volta. Os efeitos de luzes são animal, vale a pena conferir, só esqueça a pilotagem…

Abraços e até mais…

Ney Dilay

Encerramento Campeonato Super Trucks BR 2012 – Etapa de Cleveland

Na noite do dia 17 de dezembro de 2012, foi disputada a última etapa do campeonato Super Trucks BR na pista de Cleveland.

Com 16 pilotos, incia-se o treino livre, para que sejam feitos os últimos ajustes para o qualify e corrida.

Hora do qualify e a diferença entre o 1º e o 7º colocado foi inferior a 1 segundo. Sampaio vai cedo pra pista e mesmo errando no primeiro setor, marca 1:28.600, em segundo fica o piloto V. Garcia a 0.025 seg de Sampaio.
qualy_cleveland

Na hora da largada, a surpresa… chuva. Todos pilotos lutando contra o tempo para mudar os ajustes dos caminhões.
Luz verde, e muito cuidado na largada. Alguns que tentam largar forte acabam rodando, outros esqueceram de trocar os pneus, e acabam indo para o box, mesmo assim não houveram incidentes graves. Os irmãos Garcia se aproveitam da boa largada e abrem do resto do pelotão, Dilay pula para terceiro com Sampaio em quarto, com uma última volta eletrizante, Ferreira ultrapassa Galarda na Última curva e passa em quinto. Galarda na tentativa de se recuperar, acelera forte, roda e perde mais duas posições, para Camizão e Restanho.
cleveland_bat1

Com o grid invertido entre os 8 primeiros, e muita chuva na segunda bateria, Restanho larga bem e segue na ponta seguido por Camizão, H. Garcia, Dilay e Sampaio. Após algumas voltas, Camizão comete um erro e roda, com isto acaba perdendo 3 posições, ficando em quinto lugar. Na última volta, H. Garcia, após um erro de Restanho, acaba encostando e pressionando, mas não ultrapassa. Sampaio também chega em Dilay, mas não há tempo para mais nada. Completa o pódio, Camizão
cleveland_bat2

Resultado da prova
resultado_cleveland

Com estes resultados, Sampaio que antes da prova, tinha 43 pontos de vantagem para V. Garcia, se sagra campeão do primeiro Campeonado de Super Trucks AV Race.

Campeão: Filipe Sampaio – Simel Racing
filipe_campeao

Vice-Campeão: Hugo Garcia – Car Nissa Racing
vinicius_vice

Terceiro Colocado: Ney Dilay – Ergus AV Racing
ney_terceiro

Classificação final do campeonato
pilotos

Como destaque entre os estreantes na AV Race, temos o piloto Luiz Ferreira
luiz_melhor_estreante

Classificação final dos estreantes
novatos

Entre as equipes, a grande campeã foi a Car Nissa Racing dos irmãos, Hugo e Vinicius Garcia.
car_nissa_campea

Ergus AV Racing dos pilotos, Ney Dilay e Rodrigo Chichof, foi a vice-campeã
ergus_vice

Na Terrceira Coloccação, ficou a equipe Abarth Racing, dos pilotos Luiz Ferreira e William Camizão.
abarth_terceiro

Campeonato Completo de equipes
equipes

Agradecemos a participação de todos os pilotos que estiveram com a gente neste campeonato, e esperamos vê-los no próximo ano, disputando freadas aqui na AV Race.

Em Breve estaremos divulgando a versão final do Mod de caminhões, incuindo todas as pinturas e pilotos participantes deste torneio no mesmo.

Videos da Etapa

Primeira Bateria

Segunda Bateria

Um pouco de História – Autódromo Cleveland

1024px-Cleveland_Street_Course_at_Burke_Lakefront_Airport.svg
O Grande Premio de Cleveland era um evento somente utilizado pela Champ Car World Series, que acontecia no Burke Lakefront Airport, em Cleveland, Ohio, Estados Unidos. A corrida de 2006, realizada em 25 de junho, marcou o 25 º aniversário do evento. Com a absorção da Champ Car para o rival Indy Racing League, a corrida de 2008 foi cancelada não sendo marcada, nenhuma prova para 2009 devido a obrigações contratuais. Tentaram retomar a corrida em 2010, mas tentativas de reviver a corrida em anos futuros não se concretizou, sendo assim, a última corrida foi realizada em 2007.

Normalmente, um aeroporto em pleno funcionamento durante todo o ano, Burke Lakefront Airport era fechada para a semana que antecedia o evento, exigindo manutenção cuidadosa das pistas, a fim de mantê-los seguros para carros em alta velocidade. Mesmo assim, para muitos pilotos, era uma das mais difíceis de dirigir na Champ Car, projetado para aeronaves e não carros de corrida leve, existia um grande problema de aderência, onde num carro monoposto é fundamental.

De acordo com a Convenção de Cleveland e Visitors Bureau, o Grande Prêmio do Cleveland arrecadou US $ 30-50 milhões para a economia Ohio Nordeste. 100.000-150.000 ingressos foram adquiridos normalmente, e 1.000 mídia passa distribuído, para três dias de festividades. A corrida era trasnmitida para o mundo inteiro. Havia shows de rock, concursos e desfile de carros oficiais. Em 2000 o desfile foi retirado, devido a um agente da Patrulha de Cleveland, que foi morto no cumprimento do dever.

Nenhum outro aeroporto ativos nos Estados Unidos sediaram um evento como esse, no momento, o que fez o Grand Prix de Cleveland único em todas as formas de automobilismo americano.

Originalmente conhecido como o Cleveland Budweiser 500, que foi realizado pela primeira vez em 4 de julho de 1982 como parte da série CART. Kevin Cogan largou da pole position, no entanto, para o delírio da multidão Cleveland, um piloto novato na época, Bobby Rahal (de Medina) venceu a corrida.

De 1982-1989, a corrida foi realizada em um layout de 2,48 milhas. Em 1990, a configuração de pista foi abruptamente mudada. Depois de treinos e qualificação, vários carros estavam avriados, devido à acidentes. Antes do início da corrida, a pista foi ligeiramente reconfigurada, eliminando a combinação da esquerda para a direita das curvas um e dois. A reta principal foi estendida para o local ando era a curva tres. O novo layout medido 2,369 milhas. O novo layout foi então adotado de forma permanente. O layout atual é conhecida por sua “vortex”, depois de dada a bandeira verde, os pilotos que se espalham sobre o concreto largo para ganhar a posição e depois chegar a curva, às vezes com cinco ou seis carros lado a lado, e todos são “sugados de uma vez para o buraco da T1, normalmente isto causa alguns acidentes acabando com a corrida na primeira curva.

O nome do evento mudou várias vezes ao longo dos anos para refletir o direitos patrocinadores da corrida, porém a partir de 1984 o evento foi conhecido principalmente como o Grand Prix de Cleveland. O nome foi mudado em 1992 para Grand Prix de Cleveland e se manteve o mesmo desde então.

Budweiser retidos direitos de nomeação a 1994. Baseada em Cleveland, uma rede de farmácias Medic Drug detinha os direitos 1995-1999, Marconi (agora telent plc) de 2000 a 2002, e os US Bank propriedade de 2003 a 2007. O nome completo do evento de 2006 foi Grand Prix de Cleveland apresentada por US Bank.

Em 2007, foi anunciado que a corrida de Cleveland até continuaria até 2012.No entanto, a corrida não retornou em 2008 com a fusão entre a Champ Car World Series e da IndyCar Series. Oa promotores da corrida precisavam de um patrocinador para trazer a corrida de volta para 2012, mas não conseguiram.

O Grande Premio de Cleveland teve como maiores vencedores, Danny Sulivan, Emerson Fittipaldi e Paul Tracy, cada um com três vitórias

Terceira etapa Super Trucks BR – Curitiba Oval

A corrida de Curitiba foi marcada por muitas ultrapassagens, grandes disputas e muitas discuções.

Pilotos na pista para o Qualify, Sampaio vai cedo para a pista e crava 0:57.1, H. Garcia passa mais rápido das 2 primeiras parciais, mas nao consegue baixar o tempo, fazendo 0:57.2, em seguida vem Dilay em quarto e Restanho em quinto.

Qualy encerrado, pilotos prontos…. luz verde e largada para a primeira bateria. Sampaio larga mal e é ultrapassado por H. Garcia e Restanho, mais atrás Hecht erra na freada e passa reto, mas não bate em ninguém, indo parar no muro, mesmo assim consegue voltar.
Enquanto isso lá na frente, Sampaio passa Restanho e vai a caça de H. Garcia, Dilay passa Fernandez e vai atrás de Restanho. As disputas intermediárias vão ocorrendo o tempo inteiro.
A primeira bateria acaba com a vitória de Sampaio, com H. Garcia em segundo, Restanho em terceiro, Dilay em quarto e V. Garcia em quinto
curitiba_bat1

Tudo pronto, e luz verde para a segunda bateria. Com o Grid invertido, Camizão larga na frente e se mantém, com V. Garcia em segundo e Carvalho em terceiro. Já na primeira curva muito caminhões juntos, mas sem toques. Carvalho cai para 6º, pois é ultrapassado por Dilay, Fernandez e Sampaio que seguem em busca da vitória, com uma ultrapassagem que gerou muitas discussões, Dilay passa por Fernandez com uma batida de porta na curva da vitória, Sampaio se aproveita e vem junto, depois de um erro de H. Garcia, Dilay passa por ele, mas Sampaio vem e faz uma ultrapassagem dupla, assumindo então a segunda posição. Duas voltas a diante, Sampaio passa por Camizão no final da reta, e com a tentativa de se recuperar, Camizão roda e é atingido por Dilay no “S” de baixa, caindo para a 7ª posição. A corrida segue com algumas disputas interessantes, principalmente entre Carvalho e Restanho, que acaba chegando a frente.
A Segunda bateria acaba com a vitória de Sampaio, Fernandez em segundo, Dilay em terceiro, V. Garcia em quarto e Restanho em quinto.
curitiba_bat2

Em Breve os Videos estarão disponiveis com as corridas na íntegra, na nossa área de vídeos, no menu superior do Site.

Semana que vem tem a ultima etapa em Cleveland EUA

Corrida For Fun Hoje a Noite

Magny Cours National
Amigos da AV Race!
Hoje a noite a partir das 22hs estaremos promovendo uma corrida 4Fun na Pista de Magny Cours com duas categorias na pista, os caminhões da Super Trucks e os Minis da Mini Challenge! A idéia é ver como duas categorias distintas se comportam na mesma corrida.

Todos estão convidados a participar.
O Servidor estará aberto, e podem utilizar o TS A vontade.

Um POuco de História – Autódromo Internacional de Curitiba

imagem-galeria-o-circuito01
História
Falar de velocidade significa falar em rápidas e constantes mudanças. O Brasil, país tão previlegiado em campeões, merecia um grande cenário para as novas conquistas, o Autódromo Internacional de Curitiba.

Autódromo da Década de 60 e 70
O Autódromo iniciou suas atividades em 1967, com provas de automobilismo, motociclismo, ciclismo, e eventos promocionais filantrópicos onde foram beneficiadas várias Associações, como:

Hospital do Câncer
Obras de Assistência Social do Pequeno Cotolengo “Dom Orione”
Cruzada Social Cosme e Damião à Maternidade e Infância
Alberque Noturno (da Federação Espírita do Paraná)
Alberque Nosso Lar (da Ass. Metodista de Assistência Social)

Educandário Madre Carmela de Jesus Asilo São Luiz
Associação Beneficente Abrigo ao Berço – A Pupileira
Casa Maternal Dona Paula (Berçário Menino Jesus)
Centro Tiflológico Paranaense

Em 1970 o Aeroclube do Paraná juntamente com a Administração do Autódromo promoveu o Festival de Asas e Rodas, grande sucesso de público e parte da renda foi dedicada a Entidades Beneficentes.

CEA – Centro de Excelencia em Automobilismo
O Centro de Excelência em Automobilismo Esportivo tem como marco inicial de sua história o surgimento do Autódromo de Pinhais. O qual teve o início de sua construção em 1965. Desde seu princípio teve inúmeras glorias.

Em 1969, o Autódromo sediou a 1º prova Calhambeque, e também a 2º Reunião Automobilística “Cidade de Curitiba”, além das “100 Milhas de Piraquara”.

Em 1970 tiveram destaque eventos como o “Torneio Internacional Bua de Fórmula Ford Inglesa” com a presença de Emerson Fittipaldi e outros.

Curitiba – Capital do Paraná
Do ponto de vista geoeconômico, ocupa lugar privilegiado, sendo considerada a porta de entrada para investimentos no Mercado Comum do Sul (Mercosul) composto por Brasil, Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai.

Graças à credibilidade internacional conquistada pelo Governo do Estado do Paraná, Curitiba passou a fazer parte do seleto grupo dos Centros de Produção Automobilística Mundial.

Com a sucessiva implantação de Fábricas e Montadoras de Veículos em seu Município, cria novas e importantes possibilidades de desenvolvimento relacionados ao automobilismo profissional.

O Circuíto
Obedecendo aos mais rígidos conceitos relativos à segurança, funcionalidade e à qualidade, o Autódromo Internacional de Curitiba se apresenta como referência para novo milênio.

Seguindo normas e padrões da FIA – Federação Internacional de Automobilismo, é homologado pela CBA – Confederação Brasileira de Automobilismo estando apto a receber eventos das mais variadas categorias do automobilismo mundial.

1024px-Autódromo_Internacional_de_Curitiba_track_map.svg
O Autódromo foi vistoriado por Mr. Roland Bruynseraede e Mr. Klaus Steinmetz, inspetores da FIA. Circuito misto com sete curvas à direita, quatro à esquerda e cinco segmentos de reta, sendo o mais longo com 980 metros. Totalizando 3.695 metros de extensão, 15 metros de largura, e tem desnível máximo de 4 metros. Circuito oval com 15 metros de largura ao longo de 2.550 metros de extensão

A Pista
Revestimento asfáltico reforçado com polímeros, amplas e eficientes áreas de escape, guard-rails de tres lâminas, guaritas de proteção para comissários de pista, torres para transmissão de TV estratégicamente posicionadas.

Opção desenvolvida para competições de Arrancada com reta em piso especial, torres computadorizadas, dispositivos de medição de tempos e velocidades de última geração, tela para proteção do público com cabos de aço incorporados obedecendo aos mais recentes padrões internacionais de segurança.
imagem-galeria-o-circuito06

Fonte: Autódromo Internacional de Curitiba

Equipes Super Trucks BR – Mundo Truck Racing

Estão chegando as últimas equipes para a o Carset final. Esta é a equipe Mundo Truck Racing do piloto Marcos Amaral, ele pilotará o MAN TGX nº 19