TEMIDA NAZARETH RECEBERÁ A CART WORLD SERIES 98

2015-07-20_00001

Nesse próximo Domingo, dia 26 de Julho, a partir das 22:00 horas o campeonato da CART World Series 98 AVRace irá para a sua segunda corrida no campeonato. A prova vai ser realizada no temido e desafiador Short Oval de Nazareth, por ser uma pista estreita, de pouca inclinação e de muita velocidade tem um alto índice de acidentes e abandonos.

Algumas equipes já vem treinando para o evento e isso é muito fundamental, pois um ponto importante nessa corrida é a sobrevivência, se mantendo longe dos acidentes que podem ser fim de corrida para os envolvidos. Sera usado pela primeira vez no campeonato o aero-kit “Short oval”.


UM POUCO SOBRE O CIRCUITO

O circuito de Nazareth Speedway, é um circuito oval na  Pensilvânia, EUA.Este circuito possui: 0,946 milhas. No inicio era uma pista sem pavimento, Foi aberto em 1910 na cidade de Nazareth, comprado em 1980 por Roger Penske, ele decidiu fazer uma pista para a CART World  Series, o circuito recebeu pavimentação em 1990, desde então passou a recebeu provas da Nascar, CART e IRL.

Curvas com inclinições: de 2° ,7º, 3º e 4º.

Atualmente a pista se encontra abandonada para a tristeza dos fãs de automobilismo, toda a infra-estrutura como box, arquibancadas e banheiros foram levadas para pista de Watkins Glen. Mas o autódromo ainda resiste ao tempo e  segundo os tabloides, os donos mantém a esperança de reavivar o local com um patrocínio.  5793010898_198b8e4420_b c0717naz2 images NAZ_e03.01.08_1st_Turn

HOJE MIAMI VAI PERDER O SILÊNCIO

homestead-miami-motor-speedway-small

 

 

  Hoje a noite os motores Honda, Chevrolet, Mercedes, Toyota e Ford vão quebrar o silêncio com um dos mais belos sons de motores já fabricados. Todos os pilotos estarão se reunindo as 22:00 Hrs para a abertura do campeonato aqui na liga AVRace. Vocês podem estar acompanhando pelo LiveRacer’s (clique aqui) ou no decorrer da semana com a matéria completa e o vídeo com a entrevista dos 3 primeiros colocados e também um Highlight’s com os melhores momentos da corrida.

 

Confira abaixo os melhores momentos da pré-temporada do campeonato

 Um pouco sobre o circuito

O circuito foi construído, com os esforços do promotor Ralph Sanchez, como parte de um plano para ajudar Homestead após a devastação causada pelo furacão Andrew . Inovador, começou em 24 de agosto de 1993, exatamente um ano após o furacão.

Foi inaugurado em novembro de 1995 com a Nascar como a última corrida da temporada. A Série continuaria a manter suas corridas no fim da temporada em Homestead; em 2002, Winston Cup da NASCAR Craftsman Truck Series  também iria realizar suas corridas no fim da temporada ali.

Na primavera de 1996, a CART  realizou na abertura do campeonato a sua primeira corrida lá e tendo como vencedor Jimmy Vasser, que se consagraria campeão no fim de 96.

 

 

 

II Encontro AV Race Curitiba

pilotos_2008
Atenção pilotos!!
É hora de descansar, deixar o macacão e o capacete de lado… ou melhor, as pantufas e o fone, e encontrar o pessoal.

Dia 29/08/2013 às 20hs no Batata Chick.
Para maiores informações sobre o lugar, clique aqui.

Confirme sua presença antecipadamente para que possamos reservar os lugar. O encontro é extensivo à família.

Nos encontramos lá!!

Abraço a todos

Um pouco de História – Autódromo Cleveland

1024px-Cleveland_Street_Course_at_Burke_Lakefront_Airport.svg
O Grande Premio de Cleveland era um evento somente utilizado pela Champ Car World Series, que acontecia no Burke Lakefront Airport, em Cleveland, Ohio, Estados Unidos. A corrida de 2006, realizada em 25 de junho, marcou o 25 º aniversário do evento. Com a absorção da Champ Car para o rival Indy Racing League, a corrida de 2008 foi cancelada não sendo marcada, nenhuma prova para 2009 devido a obrigações contratuais. Tentaram retomar a corrida em 2010, mas tentativas de reviver a corrida em anos futuros não se concretizou, sendo assim, a última corrida foi realizada em 2007.

Normalmente, um aeroporto em pleno funcionamento durante todo o ano, Burke Lakefront Airport era fechada para a semana que antecedia o evento, exigindo manutenção cuidadosa das pistas, a fim de mantê-los seguros para carros em alta velocidade. Mesmo assim, para muitos pilotos, era uma das mais difíceis de dirigir na Champ Car, projetado para aeronaves e não carros de corrida leve, existia um grande problema de aderência, onde num carro monoposto é fundamental.

De acordo com a Convenção de Cleveland e Visitors Bureau, o Grande Prêmio do Cleveland arrecadou US $ 30-50 milhões para a economia Ohio Nordeste. 100.000-150.000 ingressos foram adquiridos normalmente, e 1.000 mídia passa distribuído, para três dias de festividades. A corrida era trasnmitida para o mundo inteiro. Havia shows de rock, concursos e desfile de carros oficiais. Em 2000 o desfile foi retirado, devido a um agente da Patrulha de Cleveland, que foi morto no cumprimento do dever.

Nenhum outro aeroporto ativos nos Estados Unidos sediaram um evento como esse, no momento, o que fez o Grand Prix de Cleveland único em todas as formas de automobilismo americano.

Originalmente conhecido como o Cleveland Budweiser 500, que foi realizado pela primeira vez em 4 de julho de 1982 como parte da série CART. Kevin Cogan largou da pole position, no entanto, para o delírio da multidão Cleveland, um piloto novato na época, Bobby Rahal (de Medina) venceu a corrida.

De 1982-1989, a corrida foi realizada em um layout de 2,48 milhas. Em 1990, a configuração de pista foi abruptamente mudada. Depois de treinos e qualificação, vários carros estavam avriados, devido à acidentes. Antes do início da corrida, a pista foi ligeiramente reconfigurada, eliminando a combinação da esquerda para a direita das curvas um e dois. A reta principal foi estendida para o local ando era a curva tres. O novo layout medido 2,369 milhas. O novo layout foi então adotado de forma permanente. O layout atual é conhecida por sua “vortex”, depois de dada a bandeira verde, os pilotos que se espalham sobre o concreto largo para ganhar a posição e depois chegar a curva, às vezes com cinco ou seis carros lado a lado, e todos são “sugados de uma vez para o buraco da T1, normalmente isto causa alguns acidentes acabando com a corrida na primeira curva.

O nome do evento mudou várias vezes ao longo dos anos para refletir o direitos patrocinadores da corrida, porém a partir de 1984 o evento foi conhecido principalmente como o Grand Prix de Cleveland. O nome foi mudado em 1992 para Grand Prix de Cleveland e se manteve o mesmo desde então.

Budweiser retidos direitos de nomeação a 1994. Baseada em Cleveland, uma rede de farmácias Medic Drug detinha os direitos 1995-1999, Marconi (agora telent plc) de 2000 a 2002, e os US Bank propriedade de 2003 a 2007. O nome completo do evento de 2006 foi Grand Prix de Cleveland apresentada por US Bank.

Em 2007, foi anunciado que a corrida de Cleveland até continuaria até 2012.No entanto, a corrida não retornou em 2008 com a fusão entre a Champ Car World Series e da IndyCar Series. Oa promotores da corrida precisavam de um patrocinador para trazer a corrida de volta para 2012, mas não conseguiram.

O Grande Premio de Cleveland teve como maiores vencedores, Danny Sulivan, Emerson Fittipaldi e Paul Tracy, cada um com três vitórias

Um POuco de História – Autódromo Internacional de Curitiba

imagem-galeria-o-circuito01
História
Falar de velocidade significa falar em rápidas e constantes mudanças. O Brasil, país tão previlegiado em campeões, merecia um grande cenário para as novas conquistas, o Autódromo Internacional de Curitiba.

Autódromo da Década de 60 e 70
O Autódromo iniciou suas atividades em 1967, com provas de automobilismo, motociclismo, ciclismo, e eventos promocionais filantrópicos onde foram beneficiadas várias Associações, como:

Hospital do Câncer
Obras de Assistência Social do Pequeno Cotolengo “Dom Orione”
Cruzada Social Cosme e Damião à Maternidade e Infância
Alberque Noturno (da Federação Espírita do Paraná)
Alberque Nosso Lar (da Ass. Metodista de Assistência Social)

Educandário Madre Carmela de Jesus Asilo São Luiz
Associação Beneficente Abrigo ao Berço – A Pupileira
Casa Maternal Dona Paula (Berçário Menino Jesus)
Centro Tiflológico Paranaense

Em 1970 o Aeroclube do Paraná juntamente com a Administração do Autódromo promoveu o Festival de Asas e Rodas, grande sucesso de público e parte da renda foi dedicada a Entidades Beneficentes.

CEA – Centro de Excelencia em Automobilismo
O Centro de Excelência em Automobilismo Esportivo tem como marco inicial de sua história o surgimento do Autódromo de Pinhais. O qual teve o início de sua construção em 1965. Desde seu princípio teve inúmeras glorias.

Em 1969, o Autódromo sediou a 1º prova Calhambeque, e também a 2º Reunião Automobilística “Cidade de Curitiba”, além das “100 Milhas de Piraquara”.

Em 1970 tiveram destaque eventos como o “Torneio Internacional Bua de Fórmula Ford Inglesa” com a presença de Emerson Fittipaldi e outros.

Curitiba – Capital do Paraná
Do ponto de vista geoeconômico, ocupa lugar privilegiado, sendo considerada a porta de entrada para investimentos no Mercado Comum do Sul (Mercosul) composto por Brasil, Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai.

Graças à credibilidade internacional conquistada pelo Governo do Estado do Paraná, Curitiba passou a fazer parte do seleto grupo dos Centros de Produção Automobilística Mundial.

Com a sucessiva implantação de Fábricas e Montadoras de Veículos em seu Município, cria novas e importantes possibilidades de desenvolvimento relacionados ao automobilismo profissional.

O Circuíto
Obedecendo aos mais rígidos conceitos relativos à segurança, funcionalidade e à qualidade, o Autódromo Internacional de Curitiba se apresenta como referência para novo milênio.

Seguindo normas e padrões da FIA – Federação Internacional de Automobilismo, é homologado pela CBA – Confederação Brasileira de Automobilismo estando apto a receber eventos das mais variadas categorias do automobilismo mundial.

1024px-Autódromo_Internacional_de_Curitiba_track_map.svg
O Autódromo foi vistoriado por Mr. Roland Bruynseraede e Mr. Klaus Steinmetz, inspetores da FIA. Circuito misto com sete curvas à direita, quatro à esquerda e cinco segmentos de reta, sendo o mais longo com 980 metros. Totalizando 3.695 metros de extensão, 15 metros de largura, e tem desnível máximo de 4 metros. Circuito oval com 15 metros de largura ao longo de 2.550 metros de extensão

A Pista
Revestimento asfáltico reforçado com polímeros, amplas e eficientes áreas de escape, guard-rails de tres lâminas, guaritas de proteção para comissários de pista, torres para transmissão de TV estratégicamente posicionadas.

Opção desenvolvida para competições de Arrancada com reta em piso especial, torres computadorizadas, dispositivos de medição de tempos e velocidades de última geração, tela para proteção do público com cabos de aço incorporados obedecendo aos mais recentes padrões internacionais de segurança.
imagem-galeria-o-circuito06

Fonte: Autódromo Internacional de Curitiba