Fórmula Truck Retrô – Terceira Etapa C27

A Fórmula Truck Retrô chega no Rio Grande, e desembarca no mais clássico dos autódromos, Tarumã, com seu traçado super veloz, os brutos das antigas vão para a pista e Buis estreando de Volvo, crava o melhor tempo na primeira corrida, seguido por Barbosa e Sampaio.

Tudo pronto para a largada e lá vão eles para os primeiros 25 minutos de adrenalina.
2015-11-15_00001
2015-11-15_00002
Tudo parecia tranquilo, até Sampaio perder o caminhão na saída da curva do Tala larga e acertar a barreira de pneus. Com isso Sampaio teve que ir ao boxes para reparos. Perdendo uma volta, Sampaio volta exatamente aonde estava, atrás de Barbosa, mas agora em 12º.
2015-11-15_00005 - Cópia
2015-11-15_00007

Sampaio então em uma grande corrida de recuperação, consegue levar sua máquina do mistério para a sétima posição.
Barbosa consegue aproximar de Buis, mas Buis sempre se aproveitando da potencia do Volvo na reta, acaba não dando chances a Barbosa.
Buis vence a corrida, seguido por Barbosa em segundo, Alvarez em terceiro, Plynio em quarto e Giancarlo em uma grande corrida em quinto.

Pódio da Corrida
podio e3 c1

Resultado Oficial da Corrida
res e3 c1

Um tempinho para descansar e vamos lá!! Tudo de novo!
Qualy para a segunda etapa, agora com 5 minutos.
Buis crava novamente a pole, seguido por Barbosa e Sampaio

Bandeira verde e já na largada um acidente, envolvendo 4 pilotos. Você pode ver esse acidente no vídeo criado por Franco Alvarez no final da postagem.
2015-11-15_00009
2015-11-15_00010
2015-11-15_00012
2015-11-15_00013

Essa corrida, diferente da primeira, tivemos algumas disputas bem interessantes, e destacamos:
– Benini e Henrique, disputaram por muito tempo a quarta posição, uma bela disputa
2015-11-15_00015

– Ferreira e Plynio, com um Scania bem avariado, Ferreira consegue segurar Plynio por muitas voltas, outra bela disputa
2015-11-15_00016

Enquanto isso, Buis, Barbosa e Sampaio vão embora e abrem do restante do grid. No final devido à disputas de posição entre retardatários, os ponteiros tem dificuldades, mas nada para mudar o resultado.
Buis com o Caminhão do “Monstro” Djalma Fogaça, vence as duas provas, fazendo o máximo de pontuação possível em um etapa, Barbosa chega em segundo, Sampaio em terceiro, Benini em quarto e Plynio, com uma grande recuperação, após largar em 13º chega em quinto.

Pódio da Corrida
podio e3 c2

Resultado Oficial
res e3 c2

Punição:
Fagner Ramos: Voltar perigosamente para a pista no qualy, colidindo com Plynio Rego, Fazendo com que o mesmo não consiga marcar tempo na classificação – Perda do direito de fazer o qualy na primeira corrida da próxima etapa.

Vídeo da corrida na íntegra:

Vídeo do acidente na segunda corrida:

Semana que vem, vamos para a quarta etapa no circuito de Goiânia

For Fun Formula Truck 2013

ftruck imagem 2
Atenção Pilotos de plantão!!!

Dia 26 de agosto às 22 horas estaremos promovendo uma corrida for fun do game Fórmula Truck 2013. A princípio será na pista de Interlagos, ou Londrina, com 2 baterias de 25 minutos cada.
Todos estão convidados, teremos inicio com o Briefing às 22 horas do dia 26 pelo nosso canal no Team Speak 3. O nome do nosso servidor é: avrace.no-ip.info.

Aguardamos você lá!!

Super Trucks BR V2 – Ford Cargo

Trabalhando na melhora contínua de nossos mods, o Super Trucks BR está passando por uma reformulação, a idéia é deixar todos numa alura mais compatível, e outros mais proximo dos caminhões reias.
Outro ponto que estamos trabalhando é no tamanho do MOD, os modelos dos caminhões estavam muito grandes, fazendo com que ocorressem alguns lags.
O primeiro que ganhou uma nova reestruturação foi o Ford Cargo. Este caminhão foi trabalhado em todos os pontos citados anteriormente.
Vejam as imagens do antes e depois:

Antes:
old cargo

Depois:
new cargo

Real:
550900_544271488919931_1843515391_n
O tamanho do modelo em 3D que eram de 1,5mb, agora é de 1mb. Menor que muito modelo original do jogo.

Abaixo está o video do teste do caminhão.

Encerramento Campeonato Super Trucks BR 2012 – Etapa de Cleveland

Na noite do dia 17 de dezembro de 2012, foi disputada a última etapa do campeonato Super Trucks BR na pista de Cleveland.

Com 16 pilotos, incia-se o treino livre, para que sejam feitos os últimos ajustes para o qualify e corrida.

Hora do qualify e a diferença entre o 1º e o 7º colocado foi inferior a 1 segundo. Sampaio vai cedo pra pista e mesmo errando no primeiro setor, marca 1:28.600, em segundo fica o piloto V. Garcia a 0.025 seg de Sampaio.
qualy_cleveland

Na hora da largada, a surpresa… chuva. Todos pilotos lutando contra o tempo para mudar os ajustes dos caminhões.
Luz verde, e muito cuidado na largada. Alguns que tentam largar forte acabam rodando, outros esqueceram de trocar os pneus, e acabam indo para o box, mesmo assim não houveram incidentes graves. Os irmãos Garcia se aproveitam da boa largada e abrem do resto do pelotão, Dilay pula para terceiro com Sampaio em quarto, com uma última volta eletrizante, Ferreira ultrapassa Galarda na Última curva e passa em quinto. Galarda na tentativa de se recuperar, acelera forte, roda e perde mais duas posições, para Camizão e Restanho.
cleveland_bat1

Com o grid invertido entre os 8 primeiros, e muita chuva na segunda bateria, Restanho larga bem e segue na ponta seguido por Camizão, H. Garcia, Dilay e Sampaio. Após algumas voltas, Camizão comete um erro e roda, com isto acaba perdendo 3 posições, ficando em quinto lugar. Na última volta, H. Garcia, após um erro de Restanho, acaba encostando e pressionando, mas não ultrapassa. Sampaio também chega em Dilay, mas não há tempo para mais nada. Completa o pódio, Camizão
cleveland_bat2

Resultado da prova
resultado_cleveland

Com estes resultados, Sampaio que antes da prova, tinha 43 pontos de vantagem para V. Garcia, se sagra campeão do primeiro Campeonado de Super Trucks AV Race.

Campeão: Filipe Sampaio – Simel Racing
filipe_campeao

Vice-Campeão: Hugo Garcia – Car Nissa Racing
vinicius_vice

Terceiro Colocado: Ney Dilay – Ergus AV Racing
ney_terceiro

Classificação final do campeonato
pilotos

Como destaque entre os estreantes na AV Race, temos o piloto Luiz Ferreira
luiz_melhor_estreante

Classificação final dos estreantes
novatos

Entre as equipes, a grande campeã foi a Car Nissa Racing dos irmãos, Hugo e Vinicius Garcia.
car_nissa_campea

Ergus AV Racing dos pilotos, Ney Dilay e Rodrigo Chichof, foi a vice-campeã
ergus_vice

Na Terrceira Coloccação, ficou a equipe Abarth Racing, dos pilotos Luiz Ferreira e William Camizão.
abarth_terceiro

Campeonato Completo de equipes
equipes

Agradecemos a participação de todos os pilotos que estiveram com a gente neste campeonato, e esperamos vê-los no próximo ano, disputando freadas aqui na AV Race.

Em Breve estaremos divulgando a versão final do Mod de caminhões, incuindo todas as pinturas e pilotos participantes deste torneio no mesmo.

Videos da Etapa

Primeira Bateria

Segunda Bateria

Um pouco de História – Autódromo Cleveland

1024px-Cleveland_Street_Course_at_Burke_Lakefront_Airport.svg
O Grande Premio de Cleveland era um evento somente utilizado pela Champ Car World Series, que acontecia no Burke Lakefront Airport, em Cleveland, Ohio, Estados Unidos. A corrida de 2006, realizada em 25 de junho, marcou o 25 º aniversário do evento. Com a absorção da Champ Car para o rival Indy Racing League, a corrida de 2008 foi cancelada não sendo marcada, nenhuma prova para 2009 devido a obrigações contratuais. Tentaram retomar a corrida em 2010, mas tentativas de reviver a corrida em anos futuros não se concretizou, sendo assim, a última corrida foi realizada em 2007.

Normalmente, um aeroporto em pleno funcionamento durante todo o ano, Burke Lakefront Airport era fechada para a semana que antecedia o evento, exigindo manutenção cuidadosa das pistas, a fim de mantê-los seguros para carros em alta velocidade. Mesmo assim, para muitos pilotos, era uma das mais difíceis de dirigir na Champ Car, projetado para aeronaves e não carros de corrida leve, existia um grande problema de aderência, onde num carro monoposto é fundamental.

De acordo com a Convenção de Cleveland e Visitors Bureau, o Grande Prêmio do Cleveland arrecadou US $ 30-50 milhões para a economia Ohio Nordeste. 100.000-150.000 ingressos foram adquiridos normalmente, e 1.000 mídia passa distribuído, para três dias de festividades. A corrida era trasnmitida para o mundo inteiro. Havia shows de rock, concursos e desfile de carros oficiais. Em 2000 o desfile foi retirado, devido a um agente da Patrulha de Cleveland, que foi morto no cumprimento do dever.

Nenhum outro aeroporto ativos nos Estados Unidos sediaram um evento como esse, no momento, o que fez o Grand Prix de Cleveland único em todas as formas de automobilismo americano.

Originalmente conhecido como o Cleveland Budweiser 500, que foi realizado pela primeira vez em 4 de julho de 1982 como parte da série CART. Kevin Cogan largou da pole position, no entanto, para o delírio da multidão Cleveland, um piloto novato na época, Bobby Rahal (de Medina) venceu a corrida.

De 1982-1989, a corrida foi realizada em um layout de 2,48 milhas. Em 1990, a configuração de pista foi abruptamente mudada. Depois de treinos e qualificação, vários carros estavam avriados, devido à acidentes. Antes do início da corrida, a pista foi ligeiramente reconfigurada, eliminando a combinação da esquerda para a direita das curvas um e dois. A reta principal foi estendida para o local ando era a curva tres. O novo layout medido 2,369 milhas. O novo layout foi então adotado de forma permanente. O layout atual é conhecida por sua “vortex”, depois de dada a bandeira verde, os pilotos que se espalham sobre o concreto largo para ganhar a posição e depois chegar a curva, às vezes com cinco ou seis carros lado a lado, e todos são “sugados de uma vez para o buraco da T1, normalmente isto causa alguns acidentes acabando com a corrida na primeira curva.

O nome do evento mudou várias vezes ao longo dos anos para refletir o direitos patrocinadores da corrida, porém a partir de 1984 o evento foi conhecido principalmente como o Grand Prix de Cleveland. O nome foi mudado em 1992 para Grand Prix de Cleveland e se manteve o mesmo desde então.

Budweiser retidos direitos de nomeação a 1994. Baseada em Cleveland, uma rede de farmácias Medic Drug detinha os direitos 1995-1999, Marconi (agora telent plc) de 2000 a 2002, e os US Bank propriedade de 2003 a 2007. O nome completo do evento de 2006 foi Grand Prix de Cleveland apresentada por US Bank.

Em 2007, foi anunciado que a corrida de Cleveland até continuaria até 2012.No entanto, a corrida não retornou em 2008 com a fusão entre a Champ Car World Series e da IndyCar Series. Oa promotores da corrida precisavam de um patrocinador para trazer a corrida de volta para 2012, mas não conseguiram.

O Grande Premio de Cleveland teve como maiores vencedores, Danny Sulivan, Emerson Fittipaldi e Paul Tracy, cada um com três vitórias